O smartphone é a melhor ferramenta para digitalizar documentos?

Será que o smartphone é a melhor ferramenta para digitalizar documentos? Vejamos…

Design por Freepik

“Quero digitalizar meus documentos rapidamente, vou usar o smartphone para isso…”

Se eu fosse contar quantas vezes ouvi e até mesmo falei essa frase, certamente estaria perdido.

Com o avanço da tecnologia o smartphone se tornou uma extensão do ser humano. Parece estranho pensar assim, mas olhe ao seu redor, veja quantas pessoas possuem esse tipo de aparelho e quantas o estão segurando em suas mãos.

Caso esteja sozinho ou sozinha, procure ver onde está o seu. Se não estiver lendo esse texto com ele em mãos, certamente ele estará próximo a você.

Quando falamos de digitalização de documentos, o smartphone é uma das ferramentas capazes de fazer essa função. Mas, isso não quer dizer que seja a melhor nem a pior ferramenta para tal.

Certamente as câmeras dos smartphones evoluíram muito ao longo do tempo, hoje contamos com aparelhos que tem capacidades maiores de captura de imagens do que algumas câmeras fotográficas disponíveis no mercado.

Mas só isso não torna o aparelho o mais recomendado para digitalizar documentos.

“Ah, mas o meu aparelho é top de linha, chega até ser mais caro que um scanner…”

A questão aqui não é preço, é sobre qualidade na geração da imagem digitalizada.

O smartphone para digitalizar utiliza a câmera do aparelho, o que em si deixa a digitalização a mercê da configuração do celular, tanto na forma de capturar a imagem a ser digitalizada, quanto a capacidade de ISO a ser utilizada para tal.

ISO é a sensibilidade do sensor da câmera à luz. O que define se em um ambiente iluminado ou com menos luz será possível capturar imagens de alta qualidade.

O scanner profissional digitaliza de forma que a luz emitida pelo seu sensor de imagem será sempre uniforme, o que permite que o documento fique mais nítido e por consequência com uma melhor qualidade de imagem.

Um outro ponto que temos que levantar é quanto ao peso dos arquivos.

Um documento digitalizado por um smartphone tende a ser mais pesado que o digitalizado por um scanner, isso porque o smartphone captura a imagem utilizando a maior capacidade de DPI (pixels por polegada) do aparelho. Já o scanner consegue fazer a interpolação de DPI e assim fragmentar os pixels a fim de que o resultado final tenha maior qualidade de imagem, com o menor peso de arquivo.

Ou seja, enquanto o smartphone gera um arquivo com alto peso devido a utilização máxima de DPI, o scanner profissional é capaz de dividir os pixels e COMPACTAR o arquivo, assim a imagem gerada é mais fiel a original e ocupa menos espaço dentro do computador.

Contar com um smartphone para digitalizar uma, duas, até três folhas de documentos é uma coisa, outra coisa é se você precisar digitalizar 100, 200, 1.000 folhas de um documento com seu celular.

Imagine o tempo que será desperdiçado para isso, enquanto os scanners profissionais conseguem digitalizar de forma fácil e rápida montantes de documentos, e ainda contam com o alimentador automático, que facilita mais ainda quando o documento contém várias páginas.

Para encerrarmos esse assunto:

Sim, é possível digitalizar documentos com o seu smartphone.
Não, o smartphone não é a ferramenta mais indicada para este serviço.

Então, lembre-se: Precisa digitalizar documentos? Utilize um scanner profissional e tenha sempre a MELHOR QUALIDADE, o arquivo JÁ COMPACTADO e a praticidade de DIGITALIZAR MAIS RAPIDAMENTE.

Conheça nosso catálogo de scanners, clique aqui e veja os mais variados equipamentos, para as mais variadas demandas.

Se gostou comente abaixo e compartilhe nosso blog.

Você também vai gostar de ler:

Deixe seu comentário

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos obrigatórios devem ser preenchidos *